Bolsonaristas detonam Paulo Henrique Amorim nas redes sociais após morte do jornalista

O jornalista Paulo Henrique Amorim era crítico do presidente Jair Bolsonaro


A morte do jornalista Paulo Henrique Amorim, aos 77 anos, um dos rostos mais reconhecidos da comunicação brasileira, tendo figurado nos principais noticiários do país, pegou de surpresa os fãs do comunicador, mas, infelizmente, o profissional acabou sendo alvo de comentários maldosos por membros da extrema direita, simpatizantes do presidente Jair Bolsonaro, que demonstraram insensibilidade, e até chegaram a comemorar o falecimento do fundador do blog “Conversa Afiada”, que atualmente era um dos contratados da Record.

Nas caixas de comentários de redes sociais como o Twitter, ou mesmo nos comentários de blogs de extrema direita, como “Jornal da Cidade Online”, apoiadores de Bolsonaro teceram comentários depreciativos para se referir ao jornalista Paulo Henrique Amorim, chamando-o de “lixo” e “inseto”, por exemplo – veja algumas reações abaixo.











Apesar de comentários maldosos, houve quem, apesar de discordar ideologicamente de Paulo Henrique Amorim, lamentasse a perda do profissional que ele era, além de respeitar sua humanidade e a dor que a família está sentindo.



Compartilhe no Google

Adenilton Cerqueira

Adenilton Cerqueira é diretor de conteúdo do Portal Black Brasil, curador digital e produtor de conteúdo especializado em questões étnicas. Bastante contestador ele é consciente do seu propósito e exerce sua liberdade por meio da escrita. Contato: revistaafrobahia@yahoo.com.br