Sirlene Assis é a nova ouvidora-geral da Defensoria Pública da Bahia

A presidenta estadual da União de Negros e Negras pela Igualdade (Unegro), Sirlene Assis, foi eleita, nesta terça-feira (07/05), a nova ouvidora-geral da Defensoria Pública do Estado (DPE-BA), para o biênio 2019-2021. Sirlene venceu todas as etapas do processo eleitoral, que incluíam, por exemplo, votação de entidades do movimento social e sabatina dos defensores públicos.

Com a vitória, Sirlene vai substituir a atual ouvidora-geral, a socióloga Vilma Reis, que também é ativista do movimento negro. A presidenta estadual da Unegro usou como mote de campanha a necessidade de “ouvir, unir e transformar”, e falou em dar continuidade ao trabalho já desenvolvido por Vilma.

Sirlene é uma jovem mulher negra, feminista e marxista, mestranda do PPGNEIM/UFBA, especialista em Gestão de Políticas Públicas, Gênero e Raça, e assistente social (UCSAL). Desde os 12 anos, atua em defesa dos direitos humanos, como militante nos movimentos comunitário, de mulheres, da juventude e da educação em Salvador.

Professora formada pelo ICEIA, Sirlene também atuou como orientadora em programas de educação para pessoas em situação de vulnerabilidade social. Ela ainda integrou o Conselho Estadual de Juventude e a Coordenação de Juventude do Estado da Bahia, além de ter sido secretária executiva do Conselho Estadual dos Direitos das Mulheres.

“A nossa candidatura foi fruto de um movimento coletivo, e foi motivada pelo incentivo de lideranças da sociedade civil organizada, que enxergaram em mim um perfil adequado para esta tarefa de dar continuidade e ampliação à luta dos direitos humanos em nosso estado”, disse a nova ouvidora da DPE.

Campanha de assinaturas solidárias da Black Brasil. Veja como apoiar

 
Black Brasil © 2006 - Mostrando o que a grande mídia não vê - Whatsapp (71) 99249-7473 -