Estudantes da UERJ vão à Universidade de Harvard apresentar trabalho


Três estudantes de Pedagogia da UERJ tiveram o trabalho acadêmico “Políticas afirmativas e produção de conhecimento de intelectuais negros” aprovado para ser apresentado na Universidade de Harvard, nos Estados Unidos. O Primeiro Encontro Continental sobre Estudos Afro-Latino-Americanos vai acontecer entre os dias 11 e 13 de dezembro próximo, mas, para garantir a participação, eles precisam de ajuda financeira. Uma vaquinha eletrônica está na rede. O objetivo é conseguir R$ 16 mil para custear a viagem. O valor será usado para a emissão de passaportes, vistos, passagens aéreas, hospedagem e alimentação.

Eles souberam na semana passada da aprovação. Daiane Francisco de Medeiros, 28 anos; Sharah Elisa, 23; e Anderson Alves, 24 anos, concluíram o curso de Pedagogia na Faculdade de Educação da Baixada Fluminense (FEBF) no último ano. As duas jovens estão cursando mestrado na UERJ, no mesmo tema do trabalho que será apresentado no EUA, e Anderson está na Universidade Nacional de La Plata, na Argentina, também fazendo mestrado. Ele está pesquisando políticas educacionais e direitos humanos: interseção de raça, gênero e sexualidades na América Latina. “É possível ocuparmos espaços, é possível estudarmos, continuarmos a estudar, até fora do país”, avalia o pesquisador.

Nascida e criada em Duque de Caxias, oriunda de escola pública, Daiane propõe em sua pesquisa pensar a educação e a sociedade através dos orixás do candomblé e da cultura iorubá. “Infelizmente não temos o valor necessário para o custo da viagem, mas estamos confiando que vamos conseguir”, avalia.

Sharah também acredita que através da educação é possível alcançar todos os objetivos. “É preciso mostrar a mais e mais pessoas que podemos alcançar nossos sonhos através da educação, da escola pública”, explica. O tema da pesquisa de mestrado de Sharah é: “Uma pedagogia antirracista: O papel de coletivos de mulheres negras na disseminação da história e cultura negra”.
Compartilhe no Google

Adenilton Cerqueira

Adenilton Cerqueira é diretor de conteúdo do Portal Black Brasil, curador digital e produtor de conteúdo especializado em questões étnicas. Bastante contestador ele é consciente do seu propósito e exerce sua liberdade por meio da escrita. Contato: revistaafrobahia@yahoo.com.br