Veículo policial alvejado com mais de 80 tiros e a imprensa não diz nada?


Página do Facebook chamada Juiz Wilson Witzel publica foto de um carro da Polícia cheio de buraco de balas e a postagem afirma que a mídia não disse nada sobre o assunto! Será?

A publicação foi feita na página do Facebook chamada Juiz Wilson Witzel, no dia 14 de abril de 2019, e teve mais de 3 mil compartilhamentos em poucas horas. Nela podemos ver um veículo da Polícia Militar completamente furado de balas e, de acordo com a postagem, como as vítimas foram policiais, a imprensa não teria noticiado (como fez dias antes, quando soldados do Exército deram 80 tiros em um carro de uma família, matando o motorista).

Será que essas informações publicadas por essa página são reais?

Verdade ou mentira?

A foto é real, mas foi tirada no dia 06 de setembro de 2018, em São Luís Gonzaga (MA). De acordo com reportagens da época, uma quadrilha fortemente armada explodiu uma agência do Banco do Brasil da cidade e crivou de balas uma viatura da PM.

As notícias da ocasião afirmam também que o bando fugiu da cidade sem conseguir levar nenhum dinheiro e que, apesar de levar alguns moradores como reféns até a saída da cidade (onde foram liberados) ninguém saiu ferido!

No momento do assalto, apenas três policiais estavam em serviço e o veículo militar estava estacionado e sem passageiros quando sofreu a descarga de tiros.

Para quem acha que “a mídia” se calou sobre o assunto, assista a essa matéria que foi ao ar na TV Globo:

Um ex-militar entre os presos

No dia 12 de setembro (6 dias após a tentativa de assalto) várias prisões foram efetuadas e um ex-sargento do 2º Batalhão de Engenharia de Construção (2º BEC) em Teresina estava entre os presos.

Em entrevista ao jornal Cidade Verde, o delegado Gustavo Jung conta mais detalhes sobre esse ex-militar identificado como Marbyo Alves da Costa:

    “O Marbyo era sargento temporário do Exército e foi expulso porque comprou uma arma sem autorização do comandante. A participação na tentativa de roubo ao banco foi levar parte do grupo e resgatá-los. Ele também participou de ações logísticas e levava e trazia  material por ter carro ‘limpo’ e ter sido Exército”

Os administradores da página no Facebook publicaram a foto e criaram um texto dando a entender que o crime teria ocorrido após a fatalidade ocorrida no dia 07 de abril de 2019 no Rio de Janeiro, quando militares do Exército fuzilaram com 80 tiros “por engano” um carro de passeio de uma família totalmente desarmada, matando o motorista! Além disso, a página passa outra informação errada ao dizer que a imprensa teria se calado ao saber que as vítimas eram policiais!

Sobre a prisão dos suspeitos, várias reportagens foram feitas, como essa, da TV Rio Flores:

Conclusão

A foto do veículo da Polícia Militar cheio de buracos de bala é real, mas o fato ocorreu em setembro de 2018, no Maranhão, e apesar da gravidade da cena, ninguém foi ferido! Os bandidos (dentre eles um ex-militar) conseguiram fugir sem levar nenhum tostão e a mídia falou sobre o assunto na ocasião!



Compartilhe no Google

Adenilton Cerqueira

Adenilton Cerqueira é diretor de conteúdo do Portal Black Brasil, curador digital e produtor de conteúdo especializado em questões étnicas. Bastante contestador ele é consciente do seu propósito e exerce sua liberdade por meio da escrita. Contato: revistaafrobahia@yahoo.com.br