Bolsonaro veta campanha do Banco do Brasil marcada pela diversidade, e diretor é exonerado

O Palácio do Planalto derrubou uma campanha publicitária do Banco do Brasil (BB) marcada pela diversidade, estrelada por atores e atrizes negros e jovens tatuados usando anéis e cabelos cumpridos.

A informação foi divulgada pelo colunista do jornal O Globo, Lauro Jardim. O comercial é direcionado para a população jovem, um dos públicos que o BB quer atrair.

Entretanto, o presidente Jair Bolsonaro não gostou da campanha e procurou o presidente do banco, Rubem Novaes, para reclamar. Após o encontro, o diretor de Comunicação e Marketing do BB, Delano Valentim, caiu da cadeira.

"O presidente Bolsonaro e eu concordamos que o filme deveria ser recolhido. A saída do diretor é uma decisão de consenso, inclusive com aceitação do próprio", afirmou Rubem Novaes.

Assista ao vídeo vetado:










Campanha de assinaturas solidárias da Black Brasil. Veja como apoiar

 
Black Brasil © 2006 - Mostrando o que a grande mídia não vê - Whatsapp (71) 99249-7473 -