Ministro da Educação defende universidades só para ‘elite intelectual’



O Ministro da Educação do governo Jair Bolsonaro concedeu uma entrevista ao jornal “Valor Econômico”, publicada nesta segunda-feira (28), na qual deixou claro que um dos seus planos para a pasta é reforçar o ensino técnico no Brasil, a fim de inserir os jovens mais rapidamente no mercado de trabalho.

"A ideia de universidade para todos não existe", disse Ricardo Vélez Rodríguez, que tentou explicar o seu ponto de vista citando o ensino superior.

"Nada contra o Uber, mas esse cidadão poderia ter evitado perder seis anos estudando legislação", afirmou.

Vélez acredita que o retorno financeiro da formação técnica é maior e mais rápido do que o da graduação.

"As universidades devem ficar reservadas para uma elite intelectual, que não é a mesma elite econômica [do Brasil]", acrescentou o ministro do MEC.


Compartilhe no Google

Adenilton Cerqueira

Adenilton Cerqueira é diretor de conteúdo do Portal Black Brasil, curador digital e produtor de conteúdo especializado em questões étnicas. Bastante contestador ele é consciente do seu propósito e exerce sua liberdade por meio da escrita. Contato: revistaafrobahia@yahoo.com.br