Congresso inédito em Uberlândia reúne dois mil pesquisadores negros de diversos países


A Universidade Federal de Uberlândia (UFU) vai sediar, a partir de sexta-feira (12) até 17 de outubro, o X Congresso Brasileiro de Pesquisadores Negros (Copene). O evento ocorre na cidade pela primeira vez e vai reunir cerca de dois mil pesquisadores brasileiros e de países como Colômbia, Argentina, Angola, Moçambique e Portugal.

O encontro vai promover a divulgação científica de estudiosos com temas relacionados à população negra e o diálogo com povos africanos. O Congresso é organizado pela Associação Brasileira de Pesquisadores Negros (ABPN) com o apoio da UFU e do Consócio Nacional de Núcleos de Estudos Afro-brasileiros (Coneabs).

A maioria das atividades ocorrerá no campus Santa Mônica da UFU. De acordo com a organizadora Luciane Ribeiro Dias Gonçalves, o congresso vai de encontro com a tradicional Festa do Congado de Uberlândia e haverá uma atividade para aproximação dos pesquisadores e alunos com a cultura afro-religiosa que completa 142 anos de realização em 2018.

https://www.primaveranoticias.com/2017/09/a-vida-boa-da-carmelita-acabou-quando.html
“Vamos ter diversas atividades acadêmicas, conferências, oficinas de variadas temáticas. No domingo nós teremos uma vivência com os ternos da Congada para que os participantes possam conhecer de perto a cultura e a festa”, disse.

O congadeiro e historiador de Uberlândia, Jeremias Brasileiro, participará de uma mesa redonda sobre “Saberes Tradicionais e Congada” para traçar o paralelo entre a ancestralidade, o presente e o futuro. Também participarão os professores Alecsandro José Prudêncio Ratts, Larissa Gabarra e Antônia Aparecida Rosa. A mesa será no dia 17 de outubro, das 10h às 12h, no Bloco 5R da UFU.

Jeremias lembra que o encontro foi marcado justamente para que os participantes de fora possam ter uma vivência com a manifestação cultural afro-brasileira de descendência africana.

    “Para nós, é de suma importância discutir nesse momento tão crucial para a história do país, as questões de justiça e igualdade, as territorialidades quilombolas, as culturas tradicionais e a superação do racismo cada vez mais impregnado na sociedade”, comentou.

Temas

O X Copene abordará temas como a educação para as relações étnico-raciais, história da África e das diásporas africanas, saúde da população negra, pensamento negro, identidade de gênero e feminismos negros, políticas públicas, empreendedorismo negro, entre outros.

Os debates e reflexos acerca das temáticas ocorrerão em variadas áreas do conhecimento científico e sob a perspectiva da resistência, do enfrentamento e do combate às diversas formas de racismo, especialmente a segregação dos negros em espaços sociais e na produção acadêmica.


Atividades do Copene serão realizadas no campus Santa Mônica da UFU em Uberlândia — Foto: Milton Santos/Dirco/UFU

Além de pesquisadores, o congresso vai reunir professores, estudantes universitários, ativistas dos movimentos sociais, artistas, além de gestores públicos e convidados estrangeiros. Mais informações sobre a programação e inscrições podem ser adquiridas no site da ABPN.

Fonte: G1

Campanha de assinaturas solidárias da Black Brasil. Veja como apoiar

 
Black Brasil © 2006 - Mostrando o que a grande mídia não vê - Whatsapp (71) 99249-7473 -