Bolsonaro defende uso de chumbo e de lança-camas contra movimentos sociais



O pré-candidato do PSL à Presidência da República, Jair Bolsonaro, voltou a afirmar que os integrantes do MST e do Movimento dos MTST são "marginais que devem ser tratados como terroristas" e defendeu que eles sejam recebidos "à bala";  "A propriedade privada é sagrada. Temos que tipicar como terroristas as ações desses marginais. Invadiu? É chumbo!" disse; ele também defendeu até o uso de "lança-chamas" para reprimir os movimentos sociais e por reforma agrária.
Compartilhe no Google

Adenilton Cerqueira

Adenilton Cerqueira é diretor de conteúdo do Portal Black Brasil, curador digital e produtor de conteúdo especializado em questões étnicas. Bastante contestador ele é consciente do seu propósito e exerce sua liberdade por meio da escrita. Contato: revistaafrobahia@yahoo.com.br