Homem pede ajuda urgente a médico do Samu, mas é xingado; ouça.


Um médico regulador do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) de Mogi Mirim foi afastado da função após discutir durante atendimento, por telefone, com uma pessoa que ligou ao órgão para pedir socorro. A ligação foi gravada pelo solicitante que denunciou a atitude do médico que o xingou de diversos palavrões.

O caso aconteceu nesta segunda-feira e gerou polêmica na cidade. A atitude aconteceu quando o solicitante pediu uma ambulância para atender uma vítima de um acidente com moto entre as ruas Conde de Parnaíba e Rua Paissandú no Centro da cidade.

No diálogo o médico pergunta ao solicitante o que a vítima sentia, ele responde que ela estava desacordada e não conseguia responder. Pessoas que estão no entorno pedem que o médico mande a ambulância logo, porque o caso era urgente. Quando o solicitante pede para o atendimento ser mais rápido o bate-boca começa.

A Prefeitura de Mogi Mirim disse que pediu uma sindicância ao consórcio responsável pelo Samu para que seja investigado o que aconteceu. A ação deve levar 30 dias e pode ser prorrogado pra mais 30.

Confira o diálogo e abaixo vídeo com o áudio:

Solicitante: “... Ela esta desacordada senhor, precisa de uma ambulância aqui”

Médico: "É isso que eu queria ouvir mas sua ignorância é tanta que você não consegue responder... ”

Solicitante: " e que a demora de vocês é tanta também pelo amor de Deus"

Médico: "... que demora não faz um minuto que você está falando comigo"

Médico: "... o imbecil, o idiota..."

Solicitante: "... imbecil é você... manda ambulância aqui está precisando"

Médico: "... idiota, filho de uma p... "

Solicitante: "filho da p... é você que está sendo gravado aqui viu” 

Médico: "vai se fu..., desgraçado, ah o meu também está gravado ... vai tomar no seu c... filho de uma p...”



Compartilhe no Google

Adenilton Cerqueira

Adenilton Cerqueira é diretor de conteúdo do Portal Black Brasil, curador digital e produtor de conteúdo especializado em questões étnicas. Bastante contestador ele é consciente do seu propósito e exerce sua liberdade por meio da escrita. Contato: revistaafrobahia@yahoo.com.br